quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Canta, Canta... Já, Já Vês O Que É Bom Para A Tosse

Da próxima vez que apanhar um artista destes* já sei como resolver o assunto.


video


* Principalmente quando for no metro, antes das 8h da manhã.
A esta hora tudo o que eu menos quero na vida é banda
sonora a acompanhar a minha viagem para o trabalho.

Foi Um Ai Que Se Me Deu...


A febre e dor de cabeça fizeram-me ver que
estou a precisar de mimo. Será que estou a alucinar?

domingo, 17 de outubro de 2010

Dancing, Dancing, Dacing... With Myself

Conhecia-a assim:




Por acaso, redescobri-a assim:




E depois deram-ma a ouvir assim:

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Definitivamente...

... É disto que tenho saudades! (com outra batida de fundo)




quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Dúvida Existêncial*

Porque será que os maluquinhos calham sempre a mim?


Será porque os opostos se atraem?
Ou será porque semelhante atrai semelhante?
 
 
* Há uns anos já tinha colocado esta questão, mas hoje voltou a surgir
e dei conta que continuo a não ter resposta para ela. Somebody help? Please!

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Sugestão Para o Próximo Mês

Logo agora que o bichinho da dança volta a ocupar o meu pensamento, fazendo-me querer pôr o meu corpo a mexer, acabam de me dizer que brevemente (tipo já amanhã) vai ter início um curso intensivo de Tango Argentino (2 horas por semana, durante um mês) e, melhor que tudo, para iniciados.

Até que é um excelente desafio para pôr fim aos 3 anos de jejum de aulas de dança que me vi obrigada a impor-me, porque lá no trabalho (por mais avisados que estivessem) muito gentilmente davam-me sempre horários que se sobrepunham aos das aulas.

Está visto que vou ter de arranjar um par! :)

 


domingo, 10 de outubro de 2010

Do Verão ao Outono...

... Foi  um instante:

- Os dias intermináveis do Verão foram substituídos pelas primeiras chuvas do Outono;
- As botas já ocupam os pés em vez das sandálias e das havaianas;
- O corre-corre de 8 a 10 dias de trabalho nonstop em horários loucos deu lugar a uma total ausência de horários.

Mas na memória fica, uma vez mais:

- Os dias descontraídos de praia de papo para o ar;



 - As caminhadas despreocupadas;



- As conversas perdidas e maratonas de esplanada com sunset e after sunset na companhia dos amigos.



Para além de ter a certeza que este curto período de tempo marcou o fim de um ciclo de 3 anos e dá início a um novo começo que se quer de crescimento pessoal, profissional e sentimental.

Só é preciso estar no sítio certo, no momento certo e aproveitar aquilo que a vida nos apresenta.